Acessibilidade

Muito se fala em criar mecanismos que facilitem a vida dos deficientes, em qualquer grau de deficiência, possibilitando a estes acesso ao transporte público, garantindo o direito constitucional de ir e vir. Além, claro, de acesso a todo e qualquer lugar, como shoppings, cinemas, teatros, restaurantes, enfim, garantir acessibilidade para todos.

Mas existe um caso de acessibilidade que pouco se fala e pouco se preocupa, acessibilidade à internet. O professor Renato Guimarães foi quem me chamou a atenção para este problema.

Estamos vivenciando novidades tecnológicas fantásticas. A rapidez de novas descobertas chega a ser surreal, mas pense, por exemplo, se você fosse cego ou tivesse uma grande dificuldade motora que o impossibilitasse a manipular o mouse, como você poderia se incluir neste mundo digital?

Além de todas dificuldades que a deficiência impõe na vida cotidiana, estamos impondo aos deficientes mais uma restrição, a exclusão do mundo digital.

Existe uma enormidade infinita de sites no mundo, mas poucos se preocuparam com a acessibilidade aos portadores de deficiência, seja visual ou motora.

Nós mesmos, do Social de Verdade –www.socialdeverdade.com.br -, não temos nenhuma ferramenta para gar...

Desconstrução

O que mais se fala nos últimos dias é desconstruir.

O tempo todo ouvimos e lemos, descontruir a imagem do candidato A, descontruíram a imagem da candidata B, estão tentando descontruir a imagem do candidato C, e vamos desconstruindo.

Ao contrário do que a maioria pensa, desconstruir não significa destruir, mesmo que, em alguns casos, isto esteja sendo usado na política.

Desconstruir significa desmontar e decompor elementos da escrita. Segundo a Wikipédia, o termo foi criado por Jacques Derrida como uma crítica aos pressupostos filosóficos.

Pois bem, voltando à política, muitos pensam em destruição mesmo. Outros em desmontagem da imagem do político, desconstruir suas falas, propostas, promessas, mas, pense bem, será realmente necessário descontruir os políticos? Será mesmo que os próprios já não fizeram e fazem isto, ou seja, desmontam-se em atitudes, promessas, falácias, inépcia, roubalheira, entre outros atos escusos?

...

Cadê o dinheiro?

Reportagem em várias mídias brasileiras nos dias 02 e 03 de outubro nos mostraram que o resultado da delação premiada do ex-diretor da Petrobras trará de volte aos cofres públicos cerca de 60 milhões de reais desviados, muito bom, não acha?

Mas, as mesmas reportagens servem de alerta, pois inúmeros casos de corrupção ainda estão sendo julgados, devemos ficar atentos aos seus desfechos.

Outros já tem sentença e a pergunta que fica é: cadê o dinheiro?

A recuperação dos recursos é um grave problema, temos o caso de um político paulista que já fora condenado e se este senhor pisar em vários países no mundo será preso na hora. Foram descobertas contas na Suíça e em Jersey e o dinheiro até agora não voltou, como pode?

Temos caso de um empresário brasileiro com dupla cidadania que fora condenado por problemas no sistema financeiro em 1999 e até agora nada do dinheiro.

Temos um outro caso muito antigo na bolsa...

Idosos e eleições

Tenho assistido aos debates dos candidatos ao executivo, tanto nacional como do estado do RJ. Ontem, por exemplo, assisti ao debate dos postulantes ao cargo de governador do RJ e uma coisa me chamou atenção novamente - nada é falado sobre a terceira idade.

Não há sequer menção sobre políticas públicas para atender à terceira idade.

Muito se diz, falácias normalmente, de investimentos em educação, segurança e saúde, este último, por óbvio, se existisse realmente como os postulantes ao cargo dizem, seria uma política pública que atenderia à terceira idade, mas todos sabemos que não existe uma saúde pública decente no nosso país.

Pois bem, o desrespeito como são tratados nossos idosos é deplorável no Brasil. Eles que tanto fizeram pelo país são tratados como um estorvo, um peso, são considerados como consumo de dinheiro da previdência pública e aumento de gastos na saúde pública. Pública, diga-se de passagem, pois eles não possuem condiç...

Falta de esgoto mata

Sempre pensamos em violência como causador de mortes, porém existe um causador de mortes silencioso, que é a falta adequada de coleta e tratamento de esgoto.

O problema é mundial e o Brasil não está isento disto. Algumas ações foram feitas, mas há muito por fazer e o trabalho é difícil.

Temos que ajudar, pois esta briga não é só de responsabilidade dos governos, é nossa também, como também é a responsabilidade de cuidar do planeta.

Leia reportagem de Tiago Dantas, publicada em O Globo em 25/09/2014, sobre o tema com algumas ideias inovadoras que podem, e devem, ser copiadas a fim de lutarmos contra este problema.

http://oglobo.globo.com/sociedade/sustentabilidade/evento-em-sp-debate-problema-global-do-esgoto-14039737

Pode ser legal, mas é imoral

Reportagem do excelente jornalista André Trigueiro mostra mais um absurdo acontecendo debaixo de nossos olhos.

Sob o escudo das Olimpíadas de 2016, a prefeitura doou para 05 empreiteiras a área de 600.000 m² no Recreio dos Bandeirantes, repito, 600.000 m², para a construção de um novo bairro. A alegação é de que os novos apartamentos serão usados nos jogos olímpicos.

Você consegue imaginar quanto vale um terreno deste? Você consegue perceber que serão construídos dezenas de prédios e milhares de apartamentos e cada um vale uma pequena fortuna? Você entende que no final haverá um lucro fantástico para as construtoras?

A prefeitura, claro, vai ganhar também com o ITBIM, mas pense no processo de doação e no lucro final.
Esta é uma clara demonstração de PPP? Mas não é parceria público privada, é PROVEITO PARA POLÍTICO, ou você acha que estas empreiteiras já não fizeram doações nas campanhas de prefeitos e governadores? Ou você acha que parte deste lucro não será doado novamente?

Estes caminhos s...

Pode ser legal, mas é imoral

Reportagem do excelente jornalista André Trigueiro mostra mais um absurdo acontecendo debaixo de nossos olhos.

Sob o escudo das Olimpíadas de 2016, a prefeitura doou para 05 empreiteiras a área de 600.000 m² no Recreio dos Bandeirantes, repito, 600.000 m², para a construção de um novo bairro. A alegação é de que os novos apartamentos serão usados nos jogos olímpicos.

Você consegue imaginar quanto vale um terreno deste? Você consegue perceber que serão construídos dezenas de prédios e milhares de apartamentos e cada um vale uma pequena fortuna? Você entende que no final haverá um lucro fantástico para as construtoras?

A prefeitura, claro, vai ganhar também com o ITBIM, mas pense no processo de doação e no lucro final.
Esta é uma clara demonstração de PPP? Mas não é parceria público privada, é PROVEITO PARA POLÍTICO, ou você acha que estas empreiteiras já não fizeram doações nas campanhas de prefeitos e governadores? Ou você acha que parte deste lucro não será doado novamente?

Estes caminhos são r...

Mais do mesmo!

Não sei se vocês possuem a disposição para ler os programas de governo de nossos candidatos ou mesmo ver os programas eleitorais e os debates, eu tenho, acho interessante a leitura e o acompanhamento.

Pois bem, lendo os programas de governos e vendo o horário eleitoral e os debates, conseguimos distinguir claramente as promessas, coisas do tipo: vou construir mais 25 novos hospitais, vou construir mais 80 creches, vou construir mais 15 escolas e 51 escolas profissionalizantes, vou intensificar as clínicas populares, e blá, blá, blá...

Eu gostaria de compreender como nossos candidatos aos cargos do executivo e legislativo conseguem ir à TV e prometerem o que não vão cumprir com tamanha desfaçatez.

Vamos, agora, fazer uma analogia.

Imagine que você é um pequeno empresário e possui uma pequena fábrica que produz calçados. Você está buscando investidores para ampliar o seu negócio. Na oportunidade que você tem para apresentar-se aos investidores você diz: “Vamos abrir 75 lojas para esc...

Baía de Guanabara e voto, alguma coisa a ver?

Estarrecedora a série de reportagem de Emanuel Alencar e Selma Schmidt sobre os gastos na despoluição da Baía de Guanabara e os resultados obtidos, publicada em O Globo.

Além de estarrecedora, as reportagens são esclarecedoras, principalmente neste momento de propaganda eleitoral, onde vemos postulantes aos cargos do legislativo e do executivo repetindo aos quatro ventos promessas e promessas, sendo que muitos deles já passaram pelo poder e pouco ou nada fizeram, a não ser, claro, enriquecer.

São completamente inadmissíveis a inépcia e o descaso do poder público com a degradação da Baía de Guanabara e dos seus entornos, os assoreamentos dos mangues e canais, o fim da atividade pesqueira e o fim da vida aquática.

É triste ver que o homem ainda não se conscientizou sobre a necessidade de cuidar do planeta, pois os recursos deste são finitos.

Por exemplo, estamos passando por uma das maiores crises de abastecimento de água e nossos governantes e postulantes aos cargos eletivos mantendo o mesmo...

Vamos falar SIM E ao invés de SIM MAS?

Você já reparou que sempre tem alguém para tolir nossa criatividade e nossa imaginação? Sempre tem alguém que fala SIM, MAS...? Por que não falar SIM E?

O SIM E... serve para dar apoio, para incentivar, para impulsionar. Se alguém vem a você com uma ideia esdrúxula e você entende que não é uma boa ideia, diga que não entende como uma boa ideia, simples assim. É melhor do que falar SIM, MAS...

Cada um tem seu estilo criativo, cada um tem sua própria “viagem”, seja na vida, no trabalho, no tratamento pessoal, então devemos respeitar o estilo de cada um. Isto é um exercício para melhorar a sua interação com o mundo e com as outras pessoas. Passar ao SIM E...,é uma forma de respeitar e entender o próximo.

Nós, quando criamos o Social de Verdade ouvimos vários SIM, MAS..., mesmo assim fomos em frente e o SIM E... passou a ecoar inúmeras vezes. Ainda bem que nos fizemos de surdos para o SIM, MAS...

SIM E...significa agregar ideias, significa impulsionar...

5+ DESTAQUES

O assunto é tão polêmico que ficou 13 anos...
Passou-se despercebido pela imprensa, pela opinião p...
Notícia publicada em O Globo, de autoria de Carolina...
Somos sabedores que a carga tributária brasileira...
Homenageamos a todos que viveram essa tragédia, direta e...

APOIO/ PARCEIROS

SOCIAL NO TWITTER

© 2012 Social de Verdade